Mãe da advogada Izadora Mourão criou álibi para evitar prisão do filho, diz DHPP

A idosa pode ter criado um falso álibi para acobertar o filho, o jornalista João Paulo Mourão, que foi preso na tarde desta segunda-feira (15) acusado de matar a irmã.
A mãe da advogada Izadora Mourão, identificada como Maria Nerci, poderá ser indiciada por participação no crime que vitimou a própria filha, no último sábado (13) na cidade de Pedro II. De acordo com a Polícia Civil, a idosa pode ter criado um falso álibi para acobertar o filho, o jornalista João Paulo Mourão, que foi preso na tarde desta segunda-feira (15) acusado de matar a irmã.
GP1 conversou com o delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investigou o caso. Ele afirmou que a mãe de João Paulo e Izadora criou um álibi para proteger o filho e evitar a sua prisão. Ela teria ligado para uma faxineira, pedindo que ela dissesse que estava na casa na ocasião do crime e que o jornalista estava dormindo no momento.
Foto: Reprodução/FacebookJoão Paulo Mourão e a irmã Izadora Mourão
“A mãe dele, quando viu a moça morta, a primeira coisa que fez, em vez de ligar para a polícia, ligou para uma faxineira para ela [a faxineira] dizer que ele [João Paulo] estava dormindo, para criar um álibi”, disse Barêtta.
As investigações conduzidas pelo delegado Danúbio Dias acabaram por derrubar o álibi. “A mãe dele criou um álibi com uma faxineira, mas é mentira, já foi derrubado esse álibi, foi descortinado um a um. Não viram ninguém entrar na casa a partir das 6h da manhã, ninguém entrou lá”, declarou Barêtta.
Pode ser indiciada
O coordenador do DHPP ressaltou que o caso está sendo analisado cuidadosamente, para que seja constatada a necessidade ou não de indiciar a mãe da vítima. “Vamos estudar a matéria processual direitinho, para ver se ela tem alguma coisa. Vamos estudar com tranquilidade nos 10 dias da conclusão do inquérito em flagrante”, colocou.
Prisão do irmão
Foto: Reprodução/WhatsAppMomento da prisão de João Paulo
João Paulo Mourão foi preso na tarde desta segunda-feira (15), acusado de assassinar a própria irmã a facadas. A Polícia Civil prendeu o jornalista em flagrante em sua residência na cidade de Pedro II.
O irmão de Izadora Mourão se formou em Jornalismo na Universidade Federal do Piauí (UFPI) no ano de 2014 e trabalhava na Secretaria Municipal de Comunicação de Pedro II e em uma rádio local.
O crime
Izadora Mourão foi assassinada com pelo menos sete facadas dentro de casa, em Pedro II. A princípio, circulou a informação de que ela teria sido morta por uma mulher, que sequer foi identificada.
Fonte: GPI
COMPARTILHAR
Professora: Pedagogia - EDUCARE, Ciências da Religião - IESE, Letras Inglês - UESPI, Pós graduação em: Educação Especial - FAEPI, Educação Infantil - FAEPI

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui